Foto: Library Guides

Foto: Library Guides

As fazendas industriais de criação de animais são uma ameaça para os Estados Unidos, de acordo com o político Bernie Sanders, que condenou a agricultura animal por seus altos níveis de poluição.

O político americano Bernie Sanders falou sobre a indústria da carne, classificando fazendas industriais uma ameaça para a humanidade.

Escrevendo no Twitter para seus 9,26 milhões de seguidores, o senador de 77 anos – que está concorrendo a presidente dos Estados Unidos em 2020 – comentou sobre o desperdício produzido pelas fazendas industriais. “Fazendas de larga escala são responsáveis por 1,4 trilhões de libras de resíduos de animais na América”, disse ele.

Foto: Venngage

Foto: Venngage

“Elas são uma ameaça à água que bebemos e ao ar que respiramos, e é inacreditável para mim que os republicanos no Congresso tenham trabalhado horas extras para isentar as fazendas industriais das leis ambientais”, continuou ele.

Fazendas industriais e o desperdício

Em todo o mundo, cerca de dois terços dos animais da fazenda vivem em fazendas industriais. A indústria tem estado ligada a uma infinidade de preocupações ambientais, incluindo resíduos e poluição.

De acordo com a Make It Possible, uma fazenda de 5 mil porcos produz tanto desperdício quanto uma cidade de 20 mil pessoas. Se não forem tratados, os resíduos podem poluir o solo e a água da superfície.

Foto: foodandwaterwatch

Foto: foodandwaterwatch

Esse lixo anda pode prejudicar os oceanos. De acordo com o website de defesa ambiental EcoWatch, “produtos químicos potencialmente tóxicos, drogas e bactérias em resíduos animais não tratados escorrerão pelos solos, entrando nos rios, córregos, lençóis freáticos e água potável do país a taxas alarmantes, impactando diretamente as comunidades”.

A carne e o meio ambiente

Falando ao US Youth Climate Strike este mês, Sanders ressaltou a importância de resolver as questões ambientais. O senador disse que é de vital importância inciar um debate real sobre o clima, acrescentando: “Há pouquíssimas questões mais importantes do que a sobrevivência do nosso planeta”.

Sanders não está sozinho em reconhecer a natureza oportuna das crises ambientais. Em outubro, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente falou sobre nosso sistema alimentar e seu impacto no planeta. “Nosso uso de animais como uma tecnologia de produção de alimentos nos levou à beira da catástrofe”, disse o Unep em um comunicado, acrescentando que a carne é “o problema mais urgente do mundo”.

Foto: Animal Grace

Foto: Animal Grace

“A pegada de gases do efeito estufa da agricultura animal rivaliza com a de todos os carros, caminhões, ônibus, navios, aviões e foguetes”, disse a organização. “Não há caminho para alcançar os objetivos climáticos de Paris sem uma queda maciça na escala da agricultura animal”.

Reconhecendo a urgência do assunto, muitos estão optando por adicionar mais alimentos à base de plantas em seus pratos para reduzir seu impacto sobre o meio ambiente.

Ano passado, a maior e mais profunda análise de produção de alimentos de todos os tempos descobriu que uma “alimentação vegana é provavelmente a melhor e maior maneira de reduzir seu impacto no planeta Terra”.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/05/senador-americano-chama-as-fazendas-industriais-de-criacao-de-animais-de-ameaca-a-sociedade/#utm_source=rss&utm_medium=rss.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.