Se o seu cão é daqueles que latem desesperadamente por qualquer coisa e você já não aguenta mais as reclamações do vizinho, aproveite esses conselhos!

“O cão que associar o latido a uma situação conseqüente que o incomode, latirá cada vez menos. É o chamado estímulo negativo”

Os cães usam o latido para poderem se comunicar. Às vezes, eles acabam exagerando, tornando-se “latidores compulsivos”, incomodando visitas, vizinhos, amigos e até os próprios donos. Antes de levar seu peludo ao ALA – Associação dos Latidores Anônimos – tente estes truquezinhos fáceis e que funcionam bem.

Pegue um borrifador que possa lançar jato de água – preste atenção, se lançar aquela nuvem de água, quase vapor, não vai adiantar, o cão vai adorar – e jogue o jatinho de água bem no focinho dele. Faça isso da maneira mais discreta possível (vale a pena treinar antes; é sério, para você se controlar e não assustar o cachorro com o seu movimento). Enfim, quanto mais discreto você for, mais eficaz o método, pois o cachorro vai se assustar com a água, não com você.

Outro truque é colocar 10 moedinhas de um centavo dentro de uma latinha (refrigerante ou cerveja), tampe com uma moeda de cinquenta centavos e fita adesiva. Não deixe o cachorro ver a latinha. Assim que o peludo começar uma crise histérica, dê UMA chacoalhada bem forte na lata (não adianta pequenas chacoalhadinhas), sem ele ver. O barulho deve incomodá-lo bastante, e ele deve achar que cada vez que latir esse barulho chato vai “acontecer”. A tendência é ele latir cada vez menos.

Fonte: Web Animal