São chamados de brinquedos produtivos aqueles que fazem com que o cachorro se divirta, aprenda e ainda estimule o animal a ter um bom comportamento

Durante um bom período os cães eram vistos como protetores da casa e da família. Por isso, viviam do lado de fora e o pouco contato que tinha com o dono era no momento da refeição.

Com o passar do tempo, o relacionamento entre cachorro e ser humano foi se tornando mais intenso e a partir disso surgiram outras preocupações do tutor com relação ao animal, a exemplo de questões como saúde física ou psicológica.

Apesar desta crescente preocupação do ser humano com o animal de estimação, algumas situações do dia a dia impede certos cuidados. Isto porque, cada vez mais as pessoas estão atarefadas e por isso há pouco tempo para as demais atividades, inclusive brincar com o cachorro. Neste sentido, os animais podem apresentar comportamentos inadequados, uma vez que não podem contar com a companhia do tutor.

Brinquedos funcionais

Pensando em situações como essas, que são cada vez mais recorrentes na sociedade atual, veterinários e especialistas em comportamento animal recomendam o uso de brinquedos específicos. Esta opções são capazes de entreter, estimular a inteligência do cachorro e ainda conseguir moldar certas condutas. Para a especialista em bem-estar de pets e diretora da Zen Animal, Karen Neves, estes são chamados de brinquedos funcionais.

Seu cão precisa de brincadeiras produtivas. Invista nisso

Foto: depositphotos

“Podem ser usados apenas para entretê-los em dias tediosos, mas ajudam, principalmente, a estimular os sentidos, a educar, a adestrar e a corrigir comportamentos indesejados”, explica Neves em entrevista ao Correio Braziliense. Antes de saber em quais brinquedos investir, é importante saber o que ocorre quando eles não são utilizados.

Comportamento dos cães

Gastar a energia e interagir socialmente são necessidades que os cães possuem, por isso eles precisam de espaço para correr ou conviver ao lado de pessoas ou outros animais para que apresentem um comportamento satisfatório. Quando nenhuma destas situações ocorre na vida do cão, ele pode desenvolver uma série de hábitos ruins como rasgar o que não deve, cavar compulsivamente, se mutilar, destruir objetos etc.

Todas estas atitudes são reflexos de sentimentos como tristeza, depressão e ansiedade. Transtornos esses desenvolvidos nos animais que não possuem formas de diversão e passam muita parte do dia sozinhos e sem nada para fazer. De acordo com o veterinário da Pet Games Dalton Ishikawa, também em entrevista ao Correio Braziliense, os cães possuem ativos alguns instintos, mesmo estando convivendo com os seres humanos há séculos. São exemplos destes instintos, o sexual, o materno, o de caça e o de fuga.

Por esta razão, é natural que comportamentos inadequados surjam quando o cachorro não passeia ou não pode desfrutar de um momento com o tutor para brincar. Sendo assim, se faz importante investir em novas formas de entretenimento para o cão, dando-lhe a oportunidade de se divertir, mesmo que seja sozinho.

Brinquedos produtivos para os cachorros

São chamados de brinquedos produtivos aqueles que fazem com que o cachorro se divirta, aprenda e ainda estimule o animal a ter um bom comportamento. “A gente resgata alguns comportamentos inatos, justamente para permitir que eles expressem seus comportamentos naturais”, explica o veterinário ao site de Brasília. Mas, para escolher o brinquedo perfeito para o animal é necessário levar em consideração as características do pet.

“Filhotes na fase de dentição podem ser beneficiados com versões que possam ser congeladas e que ajudam a minimizar o desconforto da gengiva. Cães idosos não conseguem morder objetos tão duros, então, é melhor investir em versões mais macias”, ensina Neves ao CB.

Portanto, é possível listar alguns brinquedos, como:

  • Odin, um brinquedo feito exclusivamente para os cães, mas que também é uma ótima peça de decoração na casa;
  • Garrafa PET com furinhos;
  • Mordedores.

Fonte Oficial: http://www.clubeparacachorros.com.br/tabombando/seu-cao-precisa-de-brincadeiras-produtivas-invista-nisso/.