(Adema/Governo do Sergipe/Divulgação)

Os últimos pontos onde foram encontrados manchas de óleo estão localizados na Bahia


Subiu para 138 o número de locais contaminados por óleo no Nordeste, conforme levantamento atualizado do Ibama, divulgado na tarde de terça-feira (8).

(Adema/Governo do Sergipe/Divulgação)

Em todos os nove estados do Nordeste, mais de 60 municípios já foram afetados – os últimos pontos foram registrados na Bahia.

Durante participação em audiência pública na Câmara dos Deputados, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou, segundo o portal EPBR, que o vazamento de petróleo se trata de “um fenômeno muito estranho que não dá sinais de estar retrocedendo”.

Até o momento, 133 toneladas do óleo foram retiradas em praias de diferentes estados nordestinos.

O óleo está devastando o meio ambiente e tirando a vida de animais. A presença do petróleo já foi registrada, inclusive, em uma região localizada a 150 metros da margem da foz do rio São Francisco. Essa proximidade levou o Ibama a iniciar uma vistoria para descobrir se o rio foi contaminado pelo poluente.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/10/sobe-para-138-o-numero-de-locais-contaminados-por-oleo-no-nordeste-amp/#utm_source=rss&utm_medium=rss.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.