O torneio de polo com elefantes da Copa do Rei, na Tailândia se tornou oficialmente histórico após a denúncia da instituição Pessoas Pelo Tratamento Ético dos animais (PETA, sigla em inglês) da Ásia sobre o evento, publicado no início deste ano. Após a organização expor a crueldade testemunhada no torneio e a indignação pública que se seguiu, a organização do evento, a Associação de Polo com Elefantes da Tailândia, anunciou que não iria realizar outro torneio. Além disso, a associação terminará suas operações no país definitivamente.

Elefantes explorados em torneio na Tailândia.

Foto: Pixabay

A PETA revelou que os elefantes usados no torneio estavam repetidamente sendo espancados e golpeados com ganchos, até mesmo durante o próprio “jogo”. Quando se trata de “treinar” os elefantes, o procedimento envolve o rompimento de seus espíritos.

Durante a prática abusiva, os elefantes são espancados e mantidos em confinamento, de modo que finalmente cedam aos humanos e fiquem prontos para fazer o que é esperado deles, por exemplo, levar as pessoas nas costas. Nesse ponto, o medo intenso de mais sofrimento físico e emocional é a única motivação para esses animais.

Muitos patrocinadores decidiram romper os laços com o torneio depois que a PETA Ásia divulgou suas descobertas. O proprietário do local onde o evento ocorreu, anunciou seu apoio à decisão da associação de encerrar o evento e supostamente estará levantando fundos para os elefantes de forma a não prejudicar os animais.

O fim do torneio é uma grande vitória que salvará os elefantes explorados pelo evento. É também outro passo no longo caminho para libertar os elefantes da vida de atrações, seja em eventos similares, como circos, zoológicos ou em outras situações.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/10/torneio-de-polo-com-elefantes-e-cancelado-na-tailandia-apos-pressao-de-ativistas/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.