Esther foi o primeiro animal a passar pelo novo aparelho e o maior do Canadá a fazer tomografia computadorizada | Foto: estherthewonderpig/Instagram

Esther foi o primeiro animal a passar pelo novo aparelho e o maior do Canadá a fazer tomografia computadorizada | Foto: estherthewonderpig/Instagram

Esther conhecida como “A porca maravilha”, ganhou fama mundial e se tornou um fenômeno das redes sociais após crescer mais do que seus tutores esperavam. Muito mais. Mesmo assim eles não abriram mão dela, ao contrário: ela se tornou a estrela da família.

A porca Esther relaxa em sua cama ao lado de outro membro da família | Foto: estherthewonderpig/Facebook

A porca Esther relaxa em sua cama ao lado de outro membro da família | Foto: estherthewonderpig/Facebook

A porca mais famosa do mundo têm sido, desde então, uma representante e um símbolo de esperança para porcos e outros animais de criação, mostrando que eles não são diferentes dos outros animais considerados “animais domésticos” e podem se tornar membros da família.

Esther teve câncer no ano passado, mas graças aos esforços incansáveis de seus dois guardiões, Derek Walter e Steve Jenkins, ela recebeu o tratamento adequado que além de salvar sua vida, a livrou do câncer.

Em outubro de 2017 mais precisamente, Esther acordou com taquicardia, trêmula, com dificuldade para respirar e sua pele tomou tons azulados. Seus tutores, assustados e surpresos, imediatamente correram com ela até a Escola de Veterinária de Ontário (no Canadá, onde a família reside) na Universidade de Guelph, lá encontram-se alguns dos melhores veterinários especialistas em animais de grande porte do mundo.

Para decepção e surpresa tanto da equipe médica quanto dos tutores de Esther, ela não coube no aparelho de tomografia, o que tornava impossível seu diagnóstico preciso. Derek e Steve resolveram então por “mãos a obra” e iniciaram uma campanha para arrecadação de fundos para compra do aparelho que custa cerca de 650 mil dólares.

Agora Walter e Jenkins conseguiram finalmente comprar o maior aparelho de tomografia computadorizada do mundo para a Ontario Veterinary College – Escola de Veterinária de Ontário (OVC, na sigla em inglês) que poderá ser usado por qualquer animal, especialmente os grandes, como Esther.

O aparelho nomeado de The Pegaso, é o primeiro do tipo no país e o único capaz de atender animais de grande porte como Esther, que pesa atualmente 295 kg. Ele fornece imagens em 3D com maior definição menos radiação e maior precisão.

Na página do Facebook de Esther, Walter e Jenkins declaram: “Este scanner vai mudar completamente o panorama de tratamento para animais de grande porte aqui no Canadá, permitindo que as equipes médicas façam e vejam coisas que antes eram impossíveis. Já existe, inclusive, uma discussão sobre a possibilidade da utilização do aparelho em um ensaio clínico no tratamento de câncer de próstata em cães. Animais de grande porte não serão os únicos que se beneficiarão dessa potente e inovadora tecnologia”.

Walter e Jenkins se dizem honrados e felizes em fazer parte de algo de proporções e alcance tão grandes: “Nós mal podemos esperar para ver o trabalho inovador que eles farão com essa coisa”.

Para conferir a cerimônia de “inauguração” do novo scanner, assista ao vídeo abaixo:

Os tutores de Esther merecem os agradecimentos tanto das equipes de médicos veterinários, como de tutores e de animais em geral por se manterem como inspiração na luta pelos direitos animais pelo mundo todo. Essa contribuição para a saúde e tratamento dos animais é tão apreciada quanto necessária. Possam as vidas de muitos outros animais, assim como a de Esther serem salvas por meio desse aparelho.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/10/tutores-de-esther-porca-maravilha-doam-maior-scanner-tomografia-computadorizada-mundo-para-universidade-canada/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.