A apresentadora Luisa Mell deixou a televisão para se tornar uma das principais ativistas das causas animais do país. A fama que traz das telas, as redes sociais bombadas e o apoio de famosos e anônimos, solidários com o que ela chama de sua missão, permite manter um instituto que leva o seu nome. O Instituto Luisa Mell resgata, trata, abriga e encaminha cachorros e gatos de um sítio em Ribeirão Pires, São Paulo.

VEJA visitou o local, que possui um hospital 24 horas para onde são enviados também animais feridos por violência e atropelamento, uma estrutura que consome um orçamento mensal de 350 mil reais, proveniente de doações e dos bolsos dos diretores que ajudaram a também advogada a fundar a ONG há quatro anos. São essas as mesmas fontes dos aportes extras para resgates grandes, como o salvamento, em fevereiro deste ano, transporte e tratamento de 1.707 cachorros encontrados no canil Céu Azul, em Piedade, o maior resgate canino já realizado no Brasil, que até março já tinha custado mais de 1 milhão de reais para a instituição.

Fonte: Veja.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.