A Escola de Saúde Pública da Universidade de Loma Linda, com sede no condado de San Bernardino, na Califórnia, está pronta para oferecer seu primeiro programa de gradução em nutrição com foco em pesquisa avançada em dietas baseada em vegetais.

Liderado por Sujatha Rajaram, Ph.D., ele será o único do gênero no Sul da Califórnia. O curso se apoia em pesquisa, e é recomendado para aqueles que buscam uma carreira acadêmica, o setor de saúde pública, pesquisa e nutrição. A programa será oferecido a partir de setembro.

Reprodução | LiveKindly

A universidade promete que até o final do curso, entre outros “resultados”, os alunos terão uma compreensão mais profunda da relação entre dieta e doença; serão capazes de avaliar criticamente as evidências sobre o papel das dietas baseadas em vegetais na promoção da saúde do indivíduo, grupos populacionais e até mesmo do planeta.

A guinada da Universidade de Loma Linda a uma promoção de dietas vegana e vegetariana não é de agora. A escola foi fundada no início do século 20 por membros da fé adventista do sétimo dia, uma denominação cristã que defende dietas sem carne para a saúde. Internacionalmente, a escola é reconhecida como uma das principais autoridades sobre os benefícios da nutrição de origem vegetal.

Em entrevista à revista Naked Food, Rajaram disse que cada vez mais estudos sobre nutrição e saúde baseados em produtos de origem vegetal surgem dentro da Universidade. A escola ainda abriga os ‘Estudos de Saúde Adventista’ – uma coleção de pesquisas que exploram as ligações entre estilo de vida, hábitos alimentares e doenças. Tudo remonta à década de 1960, com informações sobre mais de 96 mil indivíduos.

Reprodução | LiveKindly

Além disso, a universidade sedia o Congresso Internacional de Nutrição Vegetariana a cada cinco anos, reunindo cientistas, médicos, nutricionistas, nutrólogos e uma variedade de outros profissionais de saúde de todo o mundo. Em fevereiro, realizou sua sétima conferência, que enfatizou o impacto positivo dos alimentos à base de vegetais na saúde das pessoas e do planeta.

Loma Linda não é a única universidade que defende dietas baseadas em plantas. Nos EUA, uma seleção de escolas incentiva os alunos a comer mais comida vegana. Na Harvard University, chefs de refeitórios participaram de um programa de culinária baseado em vegetais liderado pela iniciativa Humane Society International, Food Forward. No início deste ano, na Universidade Central de Michigan, foram oferecidas promoções especiais a hambúrgueres veganos aos estudantes, em uma tentativa de promover opções de refeição mais sustentáveis.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/08/universidade-no-sul-da-california-oferecera-curso-de-graduacao-em-nutricao-vegana/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.