As condições climáticas trazidas pela onda de frio intenso que atinge os EUA neste inverno vêm colocando em risco até mesmo os ursos polares que vivem nos zoológicos norte-americanos. Com os termômetros chegando a marcar cerca de -40ºC, os funcionários do Lincoln Park Zoo, em Chicago, foram obrigados a manter os ursos em locais fechados, para garantir o aquecimento dos animais, habituados com as baixas temperaturas do polo norte.

É o caso da ursa polar Anana, que passou a ser mantida num ambiente aquecido e rigorosamente controlado pelos veterinários do zoológico. O frio é tão intenso, que, somente em determinados horários do dia, o animal sai para brincar com a neve do lado de fora.

Os visitantes e funcionários do zoológico de Chicago repararam que os ursos polares pouco apareciam, pelo fato de se esconderem das baixas temperaturas. Assim, para não comprometer sua sobrevivência, os animais foram colocados em locais mais confortáveis.

De acordo com o meteorologista norte-americano John Hammond, a onda de frio que assola as regiões norte e central dos EUA é conhecida como vórtice polar, e vem sendo causada por diversos fatores, que podem estar diretamente ligados ao aquecimento global e às mudanças climáticas.

Fonte: Animal Planet Brasil

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.

DEIXE UMA RESPOSTA