O veganismo está crescendo entre judeus nos Estados Unidos, segundo informações da organização judaica de bem-estar animal The Shamayim V’Aretz Institute. Provavelmente, se o premiado escritor judeu Isaac Bashevis Singer estivesse vivo hoje, esse seria um bom motivo de comemoração. Afinal, Bashevis Singer foi um dos nomes mais importantes na defesa do vegetarianismo no mundo judaico no século 20.

(Foto: Divulgação)

Atualmente, mais cinco sinagogas dos Estados Unidos estão adotando a filosofia de vida vegana com o apoio da organização de direitos animais VegFund, que ao longo de um ano vai prestar consultoria gratuita e ajudar na realização de eventos que unem a cultura judaica e o veganismo. As sinagogas que vão promover a abstenção do consumo de produtos de origem animal estão localizadas em Boca Raton, Nova York, Denver, Norfolk e Skokie.

A iniciativa faz parte de um programa chamado “The Synagogue Vegan Challenge”, que visa aproximar cada vez mais os judeus do veganismo. Hoje, importantes rabinos como Shmuly Yanklowitz, Kerry Olitzky, Rami. M. Shapiro, Yonassan Gershom, Irving Greenberg e Jeremy Gimpel estão entre os nomes de destaque na disseminação de uma filosofia de vida em oposição à exploração animal nos Estados Unidos.

Além do The Shamayim V’Aretz Institute, outra organização de grande representatividade na promoção do veganismo nos Estados Unidos é a Jewish Veg. Sobre os argumentos éticos, as entidades defendem que a abstenção do consumo de alimentos e produtos de origem animal está em acordo com os ensinamentos sagrados e os ideais mais elevados do judaísmo – incluindo respeito, compaixão, valoração da vida, conservação de recursos, paz, justiça, saúde e tsedacá (um conceito de altruísmo).

O The Samayim e a Jewish Veg destacam que a produção e o consumo de carne em massa se opõem aos ensinamentos judaicos quando desconsidera que nossos hábitos alimentares prejudicam animais, pessoas, comunidades e o meio ambiente.

Fonte: Pravda.ru

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/07/veganismo-cresce-entre-judeus-nos-estados-unidos/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.