Nesta época do ano, os animais também sofrem com as mudanças bruscas de temperatura. Os veterinários alertam para os cuidados na hora de evitar gripe e até pneumonia neles.

Assim como nos humanos, a pneumonia em cães pode ser extremamente perigosa, levando o animal a um cenário de risco de vida.

Causando a inflamação dos brônquios e dos pulmões do animal, a pneumonia em cachorros aparece em função de outras doenças mais leves, como a própria gripe, que causam uma baixa considerável na imunidade do animal.

A dificuldade de respirar é o principal e mais visível sintoma em um cão com pneumonia, que também pode apresentar sinais como muita tosse, febre, secreções e corrimentos nasais, respiração ofegante, desidratação, perda de apetite e latidos de aparência rouca.

Em alguns casos, é possível perceber que o cão com pneumonia fica com língua e boca da cor azul, apresentando uma respiração bastante rápida e, ainda, um aumento considerável da temperatura corporal.

Fique atento ao seu cãozinho!

Fonte: R7