A Cidade do México recebe a primeira edição da exposição Dogchitecture, que apresenta novas opções de construção e decoração para os melhores amigos do homem. Inspirado no projeto Arquitetura para Cães, do designer japonês Kenya Hara, o evento é realizado na capital mexicana até o fim de julho e conta com soluções sustentáveis para abrigar os bichos que vivem com os humanos.

Ao todo, dez empresas e escritórios de arquitetura e design participam da exposição, mas três delas chamam atenção por seus aspectos de sustentabilidade: a casinha construída pelo Laboratorio de Arquitectura Basica (L.A.B.) utiliza apenas materiais reciclados; já a criação dos arquitetos Taller 13 aproveita o espaço para integrar os cães, plantas e seus donos. O estúdio Broissin aproveitou brinquedos antigos para criar uma casinha para os bichos.

Taller 13

Baseado no conceito de arquitetura regenerativa, o estúdio Taller 13 criou uma casinha que também abriga um vaso de plantas ou uma pequena horta. Além de as plantas tornarem o ambiente mais confortável para os animais, a casinha também tem um espaço convertido em sofá para os donos dos cães.

“Nossas criações restabelecem as relações com a vida. Ao explorarmos profundamente um local e os organismos que ali convivem, nos inspiramos e procuramos nos integrar à rede que forma nosso mundo”, dizem os arquitetos mexicanos.

casa-sustentavel-cachorro-animal-planet

O trabalho deste escritório de arquitetura mexicano explora apenas materiais reaproveitados: pallets de madeira, caixas de plástico reaproveitadas e telhas usadas são os recursos de construção desta casinha sustentável.

lab-cachorro-animal-planet

Broissin

A Broissin apresentou uma casinha de formato convencional revestida por vários brinquedos reutilizados, que protegem os cãezinhos das alterações de temperatura e outros incômodos.

A casa para animais de estimação tem vários furos, onde foram colocados os brinquedos. No entanto, a estrutura pode ser personalizada pelos donos dos cães, que conseguem encaixar diversos materiais reciclados nos espaços, como plásticos, tecidos e papéis.

broissin-cachorro-casa-animal-planet

Texto originalmente postado no Ciclo Vivo