Um vídeo de homens capturando cachorros na praia de Boracay, nas Filipinas, foi publicada pela página do Facebook da Animal Rescue Boracay do AARRC (Aklan Animal Rescue and Rehabilitation Center).

Na publicação, a organização alerta os tutores de cães sobre a captura de cachorros. “Até mesmo um repórter com um cachorro na coleira foi avisado”, eles escreveram. “Não é permitido passear com o cachorro?”.

Os defensores dos animais disseram que vêm recebendo “relatórios e vídeos perturbadores de brutamontes na ilha”, e que eles não se concentram apenas em animais abandonados.

“Assassinato e mera remoção de animais NÃO é controle populacional. Pelo contrário, é apenas temporário e MUITO ineficaz por razões de princípios biológicos (espaço livre ocupado rapidamente por populações concorrentes ou vizinhas)”, escreve a Animal Rescue Boracay.

“O que é necessário é um programa sustentável e contínuo de controle da população de animais, abordando fatores humanos e animais, como foi sugerido pela AARRC e outros em várias ocasiões”, acrescentou.

Eles estariam caçando os animais antes da reabertura do local, marcada para 26 de outubro. O vídeo provocou diversos comentários online contra a ação dos homens.

Caçadores de animais são vistos capturando cachorros, que esperneiam e choram (Foto: Facebook)

Devido a isso, o grupo de defensores dos direitos animais aconselhou os proprietários a serem responsáveis ​​e não deixaram seus animais de estimação à solta.

No sábado, o grupo informou que resgatou nove cachorros de canis em Malay e Boracay. Esses animais que chegaram ao abrigo receberam um check-up, foram vacinados e esterilizados ou castrados.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/10/video-denuncia-captura-cruel-de-cachorros-em-praia-nas-filipinas/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.