Qual o Preço de um Dogo Argentino? Custo e Cuidados

O dogo argentino preço varia de acordo com suas origens, sexo e idade. É necessário contabilizar em média R$ 1 mil a R$4 mil. Relativamente ao orçamento mensal para cuidar da raça, fica entre R$ 300 por mês para fazer face às necessidades nutricionais e de cuidados deste grande corpulento. O dogo tem uma expectativa média de vida de 11 anos.

É um cão que tem muitas qualidades e é muito equilibrado. Inteligente, leal, fiel, protetor, carinhoso. Difícil encontrar defeitos nele! Uma pequena desvantagem no entanto: este cão grande tem um temperamento forte. Sua personalidade exige uma educação canina impecável, mas também sem brutalidade porque ele é sensível.

Força, agilidade, vivacidade: este cão é musculoso e atlético! Ele irá acompanhá-lo com prazer em suas atividades físicas (ciclismo, corrida, etc.). Oferece também esportes caninos como agilidade ou canicross.

Qual o Preço de um Dogo Argentino? Custo e Cuidados

Onde comprar um dogo argentino?

O dogo argentino preço filhote é um mastim mesomórfico e mesocefálico, ou seja, com proporções médias e harmoniosas do corpo e da cabeça; a cabeça é muito particular no Mastim: tem o crânio de um cão de caça e o focinho de um “farejador”, para cumprir suas funções de caçador. 

O perfil do crânio é, portanto, convexo, também devido ao enorme desenvolvimento dos músculos mastigatórios, enquanto o perfil do focinho é ligeiramente côncavo em direção ao stop. Os olhos podem ser escuros ou cor de avelã: são muito separados. A expressão é atenta e viva, mas também dura, especialmente no macho. 

As orelhas são inseridas altas, bem separadas por causa da largura do crânio; normalmente são amputados. Os membros devem estar perfeitamente eretos. A cauda é grande e longa até o jarrete: mais larga na base.

Qual a origem do dogo argentino?

Qual a origem do dogo argentino?

A história do Dogo Argentino é muito recente e começa na década de 1920, quando os irmãos Agustín e Antonio Nores decidiram criar um cão para caça grossa, adaptado ao relevo particular da Argentina. 

Para isso, partiram de um cão de briga: o Perro de pelea cordobès. No entanto, outras raças intervieram na formação do Mastim: o Bull Terrier, o Bulldog, o Dogue Arlequim, o Boxer, o Mastim dos Pirinéus, o Galgo Irlandês, o Pointer, o Dogue de Bordeaux e o Mastim Espanhol.

Seu grande potencial de trabalho não escapou aos usuários profissionais. É usado como cão de alfândega, cão policial e cão farejador. Na Argentina, também é cão-guia para cegos. Isso prova um forte apetite por adestramento.

Ou seja: ele é um cão de guarda perfeito, que impressiona com seu físico. E o Dogo Argentino late pouco, apenas quando necessário.

Características do dogo argentino

Características do dogo argentino

Existem muitas controvérsias sobre as reais habilidades do preço dogo argentino que nasceu como cão de caça (usado contra javali e puma) mas que é completamente inadequado, nesta área, para territórios e tipos de caça. Assim, seria preferível usá-lo como cão de guarda e defesa. 

A sua beleza e elegância explicam a escolha de muitos proprietários para a participação em exposições. Como descende de cães de briga, às vezes pode brigar com outros sujeitos do mesmo sexo: esse problema pode ser eliminado com uma boa socialização. Ele é muito bom com as pessoas e seguro para as crianças se tiver sido bem educado.

O Dogo Argentino tem uma personalidade que vai contra o que pode liberar de sua estatura impressionante. Ele é tão gentil e afetuoso quanto forte e poderoso. Sensível, este mastim precisa estar próximo de seus donos, a quem é muito apegado e particularmente leal.

Naturalmente desportivo e atlético, o Dogo adora brincar. Com a força de sua mandíbula, será essencial ensiná-lo o autocontrole para parar o jogo assim que ele entrar em extrema excitação.

Sendo este cão um dos mais equilibrados da sua categoria, sabe ser ora dinâmico e alegre e ora muito sereno e calmo. Este é um dos traços de caráter deste mastim que é particularmente apreciado pelos amantes desta raça.

A utilidade e as habilidades deste cão são controversas. Inicialmente selecionado para a caça grossa no seu país de origem, no entanto, não está absolutamente adaptado às práticas europeias. Assim, ele se destaca mais em diversas funções como guarda e defesa, na busca de escombros e explosivos ou até mesmo com a polícia ou pessoas com deficiência.

A inteligência deste cão se reflete, portanto, em sua capacidade de se adaptar a muitas situações. De fato, muitas vezes cumpre brilhantemente as funções que lhe são atribuídas.

Quais cuidados você deve ter com a saúde do Dogo?

Quais cuidados você deve ter com a saúde do Dogo?

Mesmo que a atividade física do Dogo deva ser controlada, especialmente no início de sua vida, ele continua sendo um  cão ativo e atlético. Ele gosta de longas caminhadas na companhia de seu mestre, mas também de corridas. Esta raça de cão precisa de muito exercício e estimulação mental, especialmente para evitar que se aborreça e desenvolva comportamentos destrutivos.

Ele pode viver tranquilamente em uma casa (ele é muito limpo) ou fora. Precisa de muito exercício, especialmente durante o período de crescimento. É um cão muito robusto, mas é necessário supervisioná-lo bem durante o seu período de desenvolvimento.

O preço do dogo argentino é particularmente robusto e sólido. Raramente adoece e goza de boa saúde geral. Este cão é resistente, mas cuidado com a insolação. Sua pelagem branca curta e pura pode ser propensa a queimaduras solares. Também não deve ser deixado para se exercitar intensamente sob luz solar direta, isso pode causar complicações médicas.

Este cão pode se adaptar a muitos climas, no entanto, sua pelagem não lhe dá uma proteção tão boa contra o mau tempo como se poderia pensar. Tenha cuidado para não deixá-lo dormir ao ar livre no inverno.

Muito dinâmico e desportivo, nenhuma razão justifica o excesso de peso de um dogo argentino filhote preço. Por outro lado, se suas necessidades de gastos não forem atendidas e ele for considerado apenas um “cão de sofá”, ele tenderá a ganhar peso.

Doenças comuns

Doenças comuns

O Dogo Argentino é um cão rústico, rigorosamente selecionado e sujeito a inúmeros cruzamentos para evitar a endogamia. O filhote deve ser cuidadosamente monitorado até a idade adulta para evitar possíveis problemas de desenvolvimento. Adaptada a condições adversas, robusta e dotada de excelente diversidade genética, esta raça apresenta poucos problemas de saúde.

A displasia da anca ou cotovelo é uma patologia comum em certas raças de cães, como o Dogo Argentino. Seu veterinário pode realizar uma cirurgia ou prescrever medicamentos para aliviá-lo, pois esta doença pode tornar-se incapacitante para o cão.

As lagartas processionárias não são um parasita nem uma doença, mas representam um perigo para os cães e seu dono durante as caminhadas. Com seus pelos urticantes que podem liberar uma toxina. É por isso que você deve inspecionar cuidadosamente a pelagem e a boca do seu cão após um passeio na natureza.

No verão, o cão também pode ser picado por uma abelha uma vespa ou uma vespa. Se isso acontecer, deve ser levado ao veterinário com urgência para evitar qualquer risco de reação alérgica. Outros fatores de doenças a serem consideradas:

  • Problemas de desenvolvimento devido ao rápido crescimento;
  • insolação;
  • Displasia coxofemoral;
  • Síndrome de dilatação – torção do estômago;
  • Insuficiência renal.

Custo para criação de um dogo argentino

Custo para criação de um dogo argentino

Devido ao seu pelo curto, a manutenção do Dogo é muito fácil. Especialmente porque este cão é um animal muito limpo. Sua pelagem requer cuidados semanais com maior frequência quando a pelagem é acompanhada por um subpelo espesso, dependendo do clima em que cresce.

A queda de cabelo é muito moderada, mas aumenta dependendo do clima, pois este molosso se adapta às temperaturas externas. 

Como dito no começo do texto, será necessário o valor médio de R$300 para manter o cuidado com o Dogo Argentino, visando ração e cuidados específicos.

A alimentação do Dogo Argentino deve ser escrupulosamente monitorada, especialmente no início de sua vida. Cresce rapidamente e deve ter uma  dieta  adaptada à sua mudança morfológica. De fato, uma dieta pobre tem um impacto nos problemas articulares ou musculares do Dogo. Petiscos especialmente adaptados  ao peso do Dogo podem ser encontrados em lojas especializadas. 

Conclusão

Pertencente à família dos molossóides da categoria “mastiff”, o Dogo Argentino impressiona com seu corpo harmonioso e musculatura forte. Tem uma cabeça que lhe permite desempenhar brilhantemente o seu papel de cão de caça. 

De fato, possui um crânio convexo devido aos seus músculos mastigatórios altamente desenvolvidos que garantem uma mordida poderosa. Os olhos amendoados são escuros e podem ser castanhos ou pretos. No macho, podemos ver uma expressão dura e animada. As orelhas são caídas e portadas altas. Eles são amplamente espaçados devido ao crânio imponente.

Em termos de pelagem, é curto e liso. Em princípio, a pelagem deve ser sempre branca com manchas pretas ao redor dos olhos. E aí, tutor, ficou alguma dúvida? Queremos saber! Deixe suas observações nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.